GREnal igual no placar e nas atuações; confira as notas


Por - 01/03/2015 às

Foto: Grêmio
Um GREnal bom, que surpreendeu por vários motivos e inclusive pela escalação que propôs como objetivo contra atacar. Em resumo, o Grêmio jogou bem, segurou a velocidade do time adversário e contra atacou muito bem, mas ainda faltam contratações, que aliás foram mencionadas na entrevista de Romildo da manhã deste Domingo, “Após o GREnal serão feitas 3 ou 4 contratações, nessa semana”.

A ideia de Felipão em 3 volantes já era abordada por mim e que na minha concepção seria a melhor forma de sairmos com um bom resultado. Mas duas novidades me alegraram muito, que foram a escalação de Yuri Mamute, que tem uma força física espetacular, goleador da seleção e bom taticamente, e a de Lincoln, que não estava sendo muito utilizado, mas jogou acima do esperado e encheu os olhos de Felipão e os gremistas.

Os primeiros 25 minutos foram de predomínio colorado, mas sem perigos extremos para a meta de Grohe. Dai em diante, o Grêmio começou a acertar, a se entrosar e a tocar melhor a bola e aproveitar as chances de contra ataque. Até o apito final do primeiro tempo, o Grêmio assustou com 2 finalizações de Lincoln, uma de Mamute e outra de Bastos.

Com uma mudança pro lado gremista, Giuliano no lugar de Araújo, se desmanchou o tripé de volantes e na teoria a ideia de contra atacar também, mas não foi bem assim. Giuliano mais compôs e marcou do que auxiliou Douglas e Lincoln, pra mim um erro de Felipão. Mas o Grêmio não enfraqueceu, e muito menos foi bombardeado.

As entradas de Luque e Vitinho, colocaram muito mais velocidade no Inter, e confirmou o que eu já havia dito antes, Matías Rodriguez é sim melhor que Galhardo. É verdade que ele pouco atacou, por orientação de Scolari, mas defensivamente foi essencial, marcando Valdivia com auxilio de Araújo no primeiro tempo, e sem a ajuda do volante no segundo tempo, conseguiu parar Vitinho e Luque.

Foi um bom jogo, mas longe do que o Grêmio precisa para almejar títulos em 2015. Reforços virão, tanto do Departamento Médico como de outros clubes, e quem sabe assim Felipão encontra a escalação, o time e os titulares. Grohe fez uma ótima defesa em uma bola parada, Wallace fez um bom jogo, Douglas com ótimos passes, Mamute lutou com os defensores colorado, mas o melhor em campo foi Lincoln.

Parabenizo a iniciativa da torcida mista, que não depende somente dos dirigentes e presidentes de ambos os times, mas também dos torcedores que se portaram nos lugares, que se comportaram como seres humanos sem discussão ou briga, propagando mais o lema “GREnal da Paz”.


Foto: Grêmio
Notas dos jogadores: 
Marcelo Grohe - 6
Matías Rodriguez – 7,5
Rodholfo – 7
Erazo – 6
Marcelo Oliveira – 6
Araújo – 5
Felipe Bastos – 6
Wallace – 6,5
Douglas – 6
Lincoln – 8
Yuri Mamute – 6
Giuliano – 5
Everaldo - 5

Compartilhe no Google+

Comentários