Os altos e baixos e a falta de sequência de Luan


Por - 29/03/2015 às

“Pode parecer desligado, por vezes displicente, e até dá nos nervos, mas joga MUITA BOLA o Luan.” - @Minwer
Foto: Mateus Bruxel / Agência RBS
Baita frase. Luan já foi um dia desacreditado da equipe do Grêmio, e hoje levou status de “herói”. Talvez essa não seja a palavra certa para definir sua atuação no jogo de hoje, mas que Luan brilhou, não há duvida.

O jovem atacante de 23 anos já passou por altos e baixos no Grêmio. Quando apareceu na equipe – vindo da base – foi recebido muito bem pela torcida e bastante elogiado nos primeiros jogos, ainda no gauchão.

Luan já chegou à Seleção Brasileira de base, e voltará sem dúvidas para lá, na principal. Também foi destaque com a amarelinha, marcou gols, deu assistências; apareceu para o futebol brasileiro.

Destacou-se na equipe do Grêmio. Jovem e habilidoso, mostrou-se um talento promissor. Ganhou o apelido carinhoso de “Luanel Messi” pela torcida, por sua agilidade e  por seus dribles desconcertantes em alguns jogos. “Em alguns jogos”. Luan nunca teve uma regularidade por um longo período.  E este é o ponto que incomoda a torcida.

Já passou por períodos críticos – assim como passam todos os do meio futebolístico. Foi muito criticado, chamado de “lento”, “fominha”, “sem vontade” e chegava a demonstrar que não reagiria. Mas quando menos acreditávamos ele estava lá marcando gols. Mas também já teve partidas memoráveis, de encher os olhos da torcida - como a de hoje.

Como atacante que é e com as características que tem, Luan cedesse de um bom período de regularidade com boas atuações em campo. Precisa estar em paz com a torcida e não apenas viver de bons jogos e momentos esporádicos. É criticado em alguns jogos e leva status de “salvador da pátria” em outros. A torcida não gosta, pega no pé mesmo, mas se embalar a partir de hoje, - e é o que espero – ninguém segura esse time. 
Compartilhe no Google+

Comentários