É dia de Grêmio, é dia de GREnal


Por - 01/03/2015 às

Foto: Reprodução Google
Hoje as 18h30, o Tricolor vai ao Beira Rio enfrentar a segunda potência rio-grandense, num clássico cheio de mistério, raça, vontade, rivalidade e entrega. A novidade sem dúvida nenhuma fica por conta de um marco histórico, a ideia de uma torcida mista no estádio.

A torcida mista não é apenas um mudança drástica na concepção que todos fazem sobre os torcedores em geral, e especialmente os que brigam no estádio, mas também é uma forma de se propagar pelo Brasil inteiro a ideia e o exemplo que se vem do Rio Grande do Sul.

O GREnal é o clássico com mais rivalidade no Brasil, e com a iniciativa da torcida mista, mesmo sendo perigosa, é muito boa, e o exemplo pro resto do país é o melhor, e que faz até mesmo pensar que se, em GREnal a torcida mista funcionou, no SanSão, num FlaFlu, num BaVi também é possível.

Mas não é só da torcida mista que os holofotes estarão focados, mas também na enorme desigualdade que se encontram Grêmio e Internacional, tanto no elenco, como no grupo, atual momento e posição no campeonato. 

O Grêmio tem um elenco inferior, um grupo fraco, mas que tem Felipão na casamata, Rodholfo como capitão, Marcelo Grohe sendo o melhor goleiro do Brasil e um armador que nos faltou ano passado. Não nos basta só isso pra vencer, mas com as poucas qualidades que temos juntadas a raça, sangue e suor, comprometimento e espirito Imortal, não se descarta a possibilidade de sairmos com um empate ou até mesmo uma vitória. 

Volto a reiterar o frase que se consagrou por muitos anos e que faz o torcedor ter a esperança e não abandonar o time: “Em GREnal não se há favorito”. Não se desespere torcedor gremista, ainda há uma lâmpada ao fim do túnel, mesmo sendo fraca.


Meu time ideal e na minha concepção a provável escalação vem da ideia de Felipão do ultimo
GREnal e da nossa ultima vitória no Gaúcho, a de 3 volantes, porém com uma diferença importante, Giuliano e Douglas juntos.
O time é defensivo na teoria, mas na prática tem um armador nato e o Giuliano que trás a bola para o meio. Se o time vai subir em contra ataques vai depender do passe de Felipe Bastos e de Araújo, ambos que passam bem mas erram bastante.

Há um contraste nas laterais, um sendo muito defensivo e o outro ofensivo, e quem sabe é pela direita que Felipão se especialize. Araújo começou a cobrir muito bem Galhardo e sanando o problema da Avenida Direita. O trio de volantes é bom, Wallace é objetivo e Felipe Bastos vai ter a função de parar D'alessandro ou quem estiver na armação do Inter. Everaldo promete ser o goleador, se não ele, Mamute é ótima opção.

A nossa torcida é essencial, a nossa confiança necessária, a nossa esperança enorme e o nosso espírito de copeiro. Vamos Grêmio, vamos sair do remendão com uma vitória, queremos raça, suor e sangue do inicio ao fim!

“Somos um povo de luta sim senhor 
Nossa história é assim
Eu sou tricolor, sempre tricolor
Te amo na boa e na ruim”

Compartilhe no Google+

Comentários