O que mudou do último jogo contra o Juventude


Por - 19/02/2015 às


O jogo da próxima segunda na Arena coloca o Grêmio a frente do Juventude, clube que foi eliminado pelo Tricolor nas Quartas de Finais do Campeonato Gaúcho de 2014.

A vitória tranquila, o Hat-trick e um jogo espetacular de Barcos, e a classificação para a Semi Final deixou o Grêmio esperançoso e forte em relação a outra competição que disputava, a Libertadores.

O jogo do dia 23 de março, quando o Grêmio era comandado por Enderson Moreira, teve um esquema próximo ao adotado por Felipão na última quarta, o de 3 volantes. Era época de Libertadores, e o trio Edinho, Ramiro e Riveros cada vez mais se tornavam fortes e compactos ao esquema. Atualmente, Edinho está afastado, Riveros fora do clube e Ramiro lesionado. Mas não é só essa curiosidade que envolve o atual momento.

Do atual elenco gremista, somente 4 jogadores foram titulares em 2014, sendo eles Grohe, Ramiro, Luan e Rodholfo. Do time que enfrentou o Passo Fundo, só dois. Pará foi emprestado ao Flamengo, Wendell vendido ao Bayer, Werley emprestado ao Santos, Dudu está no Palmeiras, Barcos vendido a um time chinês e Luan está lesionado.

A tese de desmanche abordada por todos e desmentida pelos dirigentes gremistas após as saídas e cortes de gastos da presidência do Grêmio, ganha cada vez mais força quando se faz comparações a jogos, fases e momentos de 2014.

Se não podemos fazer comparações com relação a jogadores ao jogo do ano anterior, que façamos comparações com o resultado, torcendo para ser o mesmo ou simplesmente a vitória.
Compartilhe no Google+

Comentários