GREnal: o maior clássico do Brasil


Por - 28/02/2015 às

Foto: Reprodução/Google
Sem dúvida nenhuma o GREnal é o maior clássico brasileiro, e que não envolve somente dois enormes times de Porto Alegre, ou dois clubes favoritos ao título, mas envolve raça, rivalidade extrema, força de vontade, divisão do Estado em duas únicas torcidas e a história do confronto.

O clássico de Domingo, as 18h30 no Beira Rio opõe dois times que se equivalem na quantidade de torcida, de título, de fama, de qualidade mas não mais de time. Aliás, o elenco gremista é muito inferior ao colorado.

Mas o torcedor tricolor, como também sou, acredita, segue e apoia até o fim. E esse apoio não é em vão, por que em GREnal, não há favorito, mesmo que nós estamos fragilizados e debilitados. O time do Inter pode ser muito superior, participar da maior competição da América Latina, mas não impõe tanto medo assim num grupo fraco mas que tem no comando o Imortal Felipão. 

Quando Felipão chegou, pela 2º vez,  teve logo na sua estreia um GREnal, no Beira Rio, com o Inter embalado e o Grêmio com mudanças drásticas. Perdeu, mas mostrou a muitos torcedores gremistas que ainda havia esperança, por que o Grêmio jogou bem, levou dois gols em contra ataques e a ideia de Scolari de reformular todo time, inclusive colocando Wallace, que hoje sem dúvida é um dos melhores volantes do Grêmio e Felipe Bastos, titular absoluto, deu muito certo.

Mas como aquele GREnal valia pelo primeiro turno, o do segundo turno foi muito mais importante para o Grêmio, e que inclusive deixaria o time muito bem encaminhado para a classificação da Libertadores, e como todos lembram foi um clássico extraordinário, com o time do Grêmio comandando o jogo, quebrando a articulação de D’alessandro e com uma mudança genial no segundo tempo, matando de vez o jogo. Goleamos, mas não nos classificamos para a Liberta.

Do último GREnal nos resta a lembrança feliz, e pouquíssimos jogadores que atuaram naquele dia, como Grohe, Rodholfo e Felipe Bastos, e é desse quesito que o torcedor teme mais. Os principais jogadores do clássico 403, como Dudu, Alan Ruiz, Barcos e Zé Roberto não se encontram mais no elenco tricolor de 2015. Se não bastasse as vendas, Geromel, Luan e Ramiro estão lesionados e também não disputam o clássico. 

Temos que temer, como em qualquer GREnal.
Temos que torcer, como sempre torcemos.
Temos que apoiar, do inicio ao fim.
Temos que vencer, não importa nosso momento.

Compartilhe no Google+

Comentários