Pedido de camisas e autógrafos de árbitros para Rogério Ceni revolta dirigente Gremista


Por - 08/10/2014 às

(Foto: Site oficial do Grêmio) 
Segundo seguranças contratados pelo Grêmio, após o jogo do último sábado contra o São Paulo, alguns integrantes da comissão de arbitragem teriam tietado Rogério Ceni, goleiro do Tricolor Paulista, pedindo autógrafos e camisetas.

O vice-presidente Gremista Nestor Hein, foi aos microfones e afirmou que não vai recorrer ao STJD, uma vez que a entidade odeia o Grêmio, segundo o que disse o mandatário Tricolor.

-Aqui é o esgoto do Brasil. Todo mundo caga na nossa cabeça. O Grêmio tem o estigma de clube racista. Sim, isso aconteceu. Mas se tivesse que levar isso adiante, seria para quem? Para o STJD? O STJD odeia o Grêmio. Para que levar? Vamos deixar para lá. O São Paulo também jogou bem, teve lances polêmicos, mas mereceu ganhar. Não tem porque reclamar disso, todo mundo já odeia o Grêmio - Disse o vice-presidente

A CBF vai apurar o caso e, caso o fato realmente tenha acontecido, os árbitros serão punidos, pelo menos é o que afirma Sérgio Côrrea, presidente da comissão de arbitragem da Confederação Brasileira de Futebol.

-Eu não recebi nenhum comunicado oficial, mas vi o assunto na mídia e encaminhei para o corregedor para que ele faça uma investigação. Caso seja comprovada alguma questão que não esteja de acordo, vamos aplicar as punições. Eu, particularmente, não acho indicado pedir camiseta ou autógrafo. Nunca vi pedirem autógrafo. Não deveriam pedir. Mas temos que apurar para ver o que realmente aconteceu  - Disse




Compartilhe no Google+

Comentários