A Arena e o Grêmio


- 18/05/2014 às



Sim, o jogo de hoje valeu os três pontos. O Grêmio está com 10 e está disputando as primeiras colocações. Mas o que mais a torcida e os dirigentes discutiram esta semana não foi o Brasileirão ou opções para equipe. A intenção de compra da Arena sacudiu a torcida e surgiu como uma solução para o impasse que assola as finanças do Grêmio e acaba prejudicando também o futebol.

Qual equipe não gostaria de ter um estádio como a Arena? A modernidade, tecnologia e grandiosidade da obra impressionam até o torcedor mais anti-gremista que existe. Mas seria melhor ainda se a gestão também fosse do Grêmio. A Arena ainda não dá o lucro que podia dar e nem tem o público que podia ter. Parte da culpa é dos altos preços dos ingressos. Não sou economista, mas um estádio cheio com ingressos mais baratos dá mais lucro nos bares e impulsiona a equipe para melhores resultados. No impasse entre OAS e Grêmio, os dois estão perdendo.

É necessário um esforço muito grande para comprar a Arena. O Grêmio poderia gerir e ter muito mais lucro. A intransigência da OAS com o Grêmio não se justifica. Se o Grêmio precisa da Arena, muito mais a Arena precisa do Grêmio. O tricolor tem uma história, tradição, grandiosidade suficiente para sentar em uma mesa e discutir um contrato que seja bom também para o Grêmio e sua torcida. Não sei se a compra da Arena é a melhor saída, mas a situação não pode ficar do jeito em que está. O Grêmio é muito grande para se submeter aos interesses econômicos de uma empreiteira.

Digo e repito: o Grêmio é mais importante para a Arena do que a Arena é para o Grêmio. Está na hora de virar esse jogo. O gremista quer comemorar títulos, e a equipe precisa de investimentos. A tão sonhada Arena saiu do papel, e em vez da concretização de um sonho, virou um pesadelo financeiro. Seja como for, o Grêmio é muito maior que impasses contratuais. Está na hora do Grêmio mostrar a força que sempre teve nos campos na mesa de negociação!

Boa semana!

Saudações tricolores!
Compartilhe no Google+

Comentários