Grêmio empata com o Juventude em Caxias do Sul


Por - 02/02/2014 às

Foto: Lucas Uebel
Debaixo de um sol escaldante, o Grêmio visitou o Juventude no estádio Alfredo Jaconi em Caxias do Sul e acabou ficando no empate de 1 a 1. Zulu abriu o placar para os donos da casa e Wendell empatou para o Tricolor, que com o resultado, chegou aos 8 pontos no grupo 2.

O time da casa foi melhor durante todo o primeiro tempo. Nos primeiros minutos, no entanto, devido ao calor, o jogo começou morno, com as duas equipes tocando mais a bola. O Grêmio, acaba errando passes simples, parecendo não ter entrosamento, ainda.

Aos 14 minutos, após cobrança de escanteio, Diego Oliveira bateu de fora da área, Zulu desviou para o gol de Grohe, que nada pôde fazer. O Grêmio continuou mal, e quatro minutos depois, Bressan perdeu a bola para Diego Oliveira, que na cara de Grohe bateu para fora.

A partida se encaminhou ao final do primeiro tempo, com cinco finalizações do Juventude e apenas uma do Grêmio, que foi uma cobrança de falta errada de Maxi.

Para a etapa final, o Juventude seguiu melhor, mas ao menos o Grêmio conseguiu criar algumas oportunidades. Aos 9, após cruzamento de Maxi, Kléber subiu livre, mas cabeceou no meio do gol, para defesa do goleiro Fernando.

Aos 19, após arrancada de Pará, Barcos recebeu na entrada, fintou o zagueiro e bateu de esquerda para grande defesa do goleiro Fernando.

Enderson promoveu as entradas de Jean Deretti e Riveros. E assim, o Tricolor melhorou na partida, ficando mais ofensivo e pressionando o Juventude. Aos 31, Wendell tocou para Jean Deretti, que bateu. Fernando deu rebote nos pés de Wendell que completou para o gol.

Após o gol de empate, o jogo diminuiu de ritmo, mas aos 48 minutos, o Grêmio quase virou o jogo. Após cobrança de escanteio, Bressan acertou o travessão.

Lamentável:
Por duas vezes durante a partida, a torcida do Grêmio jogou duas bombas próximas ao goleiro do Juventude, quase o atingindo e fazendo o jogo paralisar. Pode haver punição ao Grêmio.
Compartilhe no Google+

Comentários