Arena: O novo caldeirão para empurrar o Grêmio


Por - 05/09/2013 às

Foto: Lucas Uebel
Em comparação com Luxemburgo, a era Renato Gaúcho atraiu o Gremista para o estádio. A média é de 26.875 pessoas, quase três mil a mais do que era com o antigo técnico.
O ano de 2013 não deixa de ser adaptação. O Tricolor está se mudando do Olímpico, onde esteve por 59 anos, e agora está se 'ambientando' com o novo estádio.

Os problemas que ocorreram, como a interdição do espaço da Geral, fez com que o estádio fosse chamado de teatro frio. Porém, agora é diferente e finalmente o Tricolor mostra força e se sente em casa na Arena.

- A sinergia com a equipe é necessária. O fator torcida é uma das principais responsáveis por viradas na história do Grêmio. A equipe jogou menos no sábado, e o torcedor nos ajudou - disse na ocasião o presidente Fábio Koff.

Kléber e Barcos também comentaram:

- Estamos aprendendo a cada jogo. A Arena está sendo a nossa casa - completou Barcos.

- Isso tem muito a ver com o torcedor também. Tem muito que era tão apaixonado pelo Olímpico. O local, a dificuldade, o trânsito, dificulta muito, então, às vezes, não comparecia. Isso está mudando . E vai mudar com o tempo. Uma coisa puxa a outra - finalizou Kleber.

No sábado, o Grêmio recebe a Portuguesa, às 21h.
Compartilhe no Google+

Comentários