Grêmio precisa cumprir exigências de segurança para enfrentar o Caracas na Arena


Por - 01/03/2013 às

Para que a partida diante do Caracas realmente seja realizada na Arena, o Grêmio terá que resolver 21 itens de segurança até a segunda-feira. Neste dia, a secretaria de urbanismo de POA irá decidir sobre a liberação ou não do estádio.

O presidente da Arena Porto Alegrense, Eduardo Pinto afirmou que as exigências serão cumpridas, e que são 'simples':
- Está tudo muito bem encaminhado. Estamos trabalhando em conjunto com as autoridades para solucionar a questão.

As exigências de segurança, são:

1. Sapata do pilar da passarela sobre diretriz 603 gerou degrau no passeio público, com obstrução do mesmo;

2. Existe desnível acentuado no recuo de jardim sem guarda-corpo (circulação de pedestres);
3. Quanto ao pé direito e altura detalhados nos itens que seguem:

SETOR NORTE
3.1. Escadas do E10 e E11 com diferenças entre alturas de degraus e com alturas de dimensões aquém ou além das permitidas pela legislação (prancha 67).
3.2. Existe vão de alvenaria sobre as portas nível térreo escadas E10 e E11;
3.3. Escadas E40, E41 e E42 sem corrimão intermediário e com diferenças entre alturas de degraus (prancha 84);
3.4.Escadas E38, E39, E43 com diferenças entre alturas de degraus e há pé direito com 2,06m (prancha 12);
3.5. Não há corrimãos nos patamares intermediários das escadas;
3.6. Bocéis incorretos nas escadas sem revestimento de piso;
4. Guarda-corpo das escadas entre campo e arquibancada com espaçamento entre barras superior ao permitido pela legislação;
5. Guarda-corpo nas arquibancadas com espaçamento entre barras superior a 15 cm;

SETOR OESTE
6.Alguns boxes demarcados junto às saídas (nível 3,20);
7. Complementar corrimão externo nos patamares intermediários;
8. Corrigir espaçamento nos vazios e nos guarda-corpos vazados para no máximo 15 cm;
9. Bocéis das escadas estão incorretos e alturas incorretas;
10. Largura dos acessos às cadeiras inferiores reduzida, face guarda-corpo;
11. Portas de acesso ao hall em comunicação com a escada no nível 17,00 com chave no sentido da rota de saída;
12. Escadas E20/E19 sem corrimão nos patamares e com degraus consecutivos com diferenças de até 4cm (PR 23) - nível 21,76m;
13. Escadas E18/E20 com degraus consecutivos de 15,4 cm e 20,8 cm, e bocéis incorretos. Escadas E14/E15 sem compartimentação (sem parede) sobre as portas PFCs no nível 31,28 m (PR 33);
14. Faltam corrimãos nos patamares das escadas E14, E15;

SETOR LESTE
15. Escada 8E06 existe viga a 1,60m, junto à parede no patamar intermediário (nível 37,28); piso em obras para correção de alturas de degraus (nível 37,28), ver prancha * 39;
16. Escada 6E07 sem corrimão externo no nível 26,25, degrau com altura menor (nível 26,25) e fechamento metálico da ventilação à meia altura, prancha 29;
17. Faltam corrimãos externos nos patamares das escadas;



SETOR SUL
18. Escadas sem corrimão intermediário apontado na prancha 20;
19. Escada com degraus divergindo na altura apontada na prancha 10;
20. Escadas em geral sem corrimão contínuo nos patamares e guardas com espaçamento maior que 15cm;
21. Há vãos interrompendo a compartimentação da escada(prancha 65);

Fonte: Globoesporte editada Sangue Azul
Compartilhe no Google+

Comentários