Sem Geral, Arena do Grêmio perderá 4 mil lugares


Por - 08/02/2013 às

Se for confirmado o fim da Geral, com a instalação de cadeiras, a Arena do Grêmio passará de 60 mil lugares para 56 mil.

Já no projeto original, era previsto 56 mil lugares, mas com um aditivo de R$ 65 milhões, o Grêmio conseguiu aumentar a capacidade para 60 mil lugares. Mas, como adiantou o presidente do Grêmio, Fabio Koff, a Geral deve mesmo ser retirada.

A decisão tomada pelo Conselho Deliberativo além de diminuir a capacidade do estádio, poderá deixá-lo com menos capacidade do que o estádio do Inter - que está projetado para 59 mil lugares após a Copa do Mundo de 2014 - assim mexendo até com a maior rivalidade do país.

Além de todos esses percalços, com essa decisão, a Arena demorará mais ainda para ser pronta, pois as cadeiras são encomendadas do exterior. Ainda seria necessário retirar o degrau intermediário para a implantação das estruturas.

Eduardo Antonini, presidente da Grêmio Empreendimentos, disse que o setor estará pronto em 90 dias, mas não estipulou um prazo para que as obras começassem. Na estreia do Grêmio na fase de grupos da Libertadores, contra o Huachipato, dia 14, o setor da Geral ainda estará interditado.

Eu acho que o certo a fazer é construir um 'muro' de 1,50 metros semelhante ao que existe no olímpico, assim não haveria problemas. Concordam?
Compartilhe no Google+

Comentários