Com expulsões e brigas, GRE-NAL 394 empata e Grêmio perde a vaga direta na Libertadores


Por - 02/12/2012 às

O Grêmio recebeu o Inter no clássico GRE-NAL 394 que marcou a despedida do estádio Olímpico. Uma despedida vergonhosa. Cinco expulsões, duas confusões e brigas. E o que mais deveria ter, não teve: Futebol. Com quase 100 minutos de futebol, o empate de 0 a 0 somado com a vitória do Atlético-MG, tirou a vice-liderança do Grêmio, que terá que jogar a Pré-Libertadores em 2013.
--
As duas equipes surpreenderam e começaram a partida com apenas um atacante no time titular, ficando uma partida sem chances, com muita posse de bola e truncado no meio de campo.
Sozinho na frente e com muita gente no campo de ataque, André Lima não recebia as bolas. Zé Roberto, como sempre, driblava e fazia bons passes, porém Elano não estava bem.
--
O primeiro chute do primeiro tempo foi do Inter, aos 25 minutos com D'Alessandro, que Grohe pegou sem dificuldades. O Grêmio pressionava, cruzava bolas na área, mas o goleiro Muriel levava a melhor e o Tricolor não conseguia oferecer grande perigo.
--
Aos 29, Werley, machucado, saiu para a entrada de Saimon. Aos 38, Anderson Pico deu bom drible e cruzou na área, André Lima aparecia livre mas a zaga do Inter salvou. No lance seguinte, Leandro Damião perdeu um gol feito após cruzamento na área.
--
O primeiro tempo se encerrou com poucas chances, fraco e de pouca criatividade. Pouca emoção mas muito tenso.
--
Logo no começo do segundo tempo, aos 3 minutos, Elano foi lançado e tocou por cima de Muriel, que fora da área tocou com a mão na bola, sendo expulso. Após isso, confusão em campo com empurrão entre os jogadores. A partida foi reiniciar só dez minutos depois. E pouco depois, aos 13 minutos, Leandro Damião deu uma cotovelada em Saimon e também foi expulso.
--
Com dois a mais em campo, Luxemburgo, que havia sido expulso de campo, informou o responsável no campo e Leandro entrou no lugar de Anderson Pico.
O Grêmio partiu para o ataque, mas não tinha criatividade e pecava nos grande número de passes errados. Fernando saiu para a entrada de Marquinhos.
--
O Grêmio chegou com perigo aos 28 minutos. Léo Gago chutou por cima do gol. Aos 30 Zé Roberto deu uma bicicleta e o goleiro defendeu fácil. Aos 31, o goleiro Renan salvou após toque contra, espalmando à escanteio.
--
Mesmo com dois homens a mais, o Grêmio não colocava velocidade e não conseguia criar jogadas e chances de gol. O Inter se defendia e segurava a bola. No fim do jogo, mais confusão. Saimon agrediu o técnico do Inter, ambos foram expulsos.
--
Um rojão atingiu a comissão técnica do Inter, manchando ainda mais a despedida do Olímpico.
Compartilhe no Google+

Comentários