André Lima: o criticado atacante dos gols decisivos


Por - 04/11/2012 às

André Lima comemora gol. Foto: Globo
Desde que chegou ao Grêmio, André Lima nunca foi aquele ídolo da torcida. Devido a alguns gols importantes, ganhou o apelido de Guerreiro Imortal. Atualmente, ele é reserva. A dupla de ataque tem Moreno e Kléber. Quando um deles não pode jogar, Leandro substitui. Muito mal, inclusive.

André Lima entra, na maioria das vezes, no segundo tempo, e dá conta do recado. No Brasileirão, ele decidiu duas vezes. Na vitória diante do São Paulo fora de casa e na última partida diante da Ponte Preta, ambos pelo Brasileirão. O atacante também foi decisivo na primeira fase da Copa Sul-Americana, quando marcou o gol da vitória Gremista, também de cabeça diante do Coritiba.

Estes gols decisivos podem ser um alicerce para que André Lima continue no Grêmio em 2013. O jogador fala sobre a possibilidade:
"Se o atual presidente, ou o novo, quem quer que seja, sentar para conversar comigo não preciso nem dizer o que eu vou falar. É claro que pretendo ficar no Grêmio. Tenho contrato até o fim de 2013, e no futebol as coisas mudam muito rápido. Horas você serve, horas não serve, horas joga, horas não joga. Eu posso dizer que gosto muito do clube, minha família ama Porto Alegre e eu pretendo ficar aqui quanto tempo o Grêmio quiser", disse o jogador.

André Lima também prega humildade pelos gols marcados:
"Eu sou um jogador que batalha e acredita até o fim. A hora que o professor achar que eu posso entrar faltando 1, 2 ou 45 minutos, vou fazer o melhor. Tem hora consigo fazer o gol, e tem hora que não vou conseguir. Meu pensamento é sempre no nós. Não jogo sozinho. Se o Zé Roberto não batesse bem na bola, se o lance anterior não tivesse acontecido, eu não teria marcado. O gol é do grupo, o gol é do Grêmio. O importante é que todos os torcedores vão felizes para casa", afirmou André.

Vote na nossa enquete ao lado. Você acha que André Lima merece permanecer no Grêmio em 2013?

Compartilhe no Google+

Comentários